segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Rita Lee - Coisas Da Vida

Rita Lee Jones Carvalho, mais conhecida como Rita Lee (São Paulo, 31 de dezembro de 1947), é uma cantora, compositora, atriz e instrumentista brasileira. Vendeu mais de 55 milhões de cópias de discos, a cantora brasileira que mais vendeu na história da música do país. Ao longo de sua carreira, foi premiada com mais de 30 discos de platina, 10 discos de ouro, de diamante. Conhecida como "Rainha do Rock Brasileiro", Rita Lee construiu uma carreira que começou com o rock mas que ao longo dos anos flertou com diversos gêneros, como o tropicalismo, o pop rock e a música latina, criando um hibridismo pioneiro entre gêneros internacionais e nacionais.

Rita Lee é uma das artistas que mais influenciou os músicos do Brasil que vieram a usar guitarra a partir de meados dos anos 70, sobretudo as mulheres. Ex-integrante de'Os Mutantes (1968-1972) e do Tutti Frutti (1973-1978), participou de importantes revoluções no mundo da música e da sociedade em geral. Suas canções, em geral regadas com uma ironia ácida ou com uma reivindicação da independência feminina, têm emplacado nas paradas de sucesso, sendo "Ovelha Negra", "Mania de Você", "Lança Perfume", "Esse Tal de Roque Enrow", "Agora Só Falta Você", "Baila Comigo", "Banho de Espuma", "Desculpe o Auê", "Erva Venenosa", "Amor e Sexo", "Reza", entre outras, as mais famosas, além de ter lançado um álbum comumente visto como fundamental na história do rock brasileiro, Fruto Proibido (1975), considerado por alguns como sua obra-prima.


Com uma carreira que quase alcança os 50 anos, Rita Lee passou da inovação e do gueto musical do final dos anos 60 e anos 70 para as baladas românticas de muito sucesso nos anos 80 e já cantou com praticamente todos os músicos mais prestigiados do país, de Elis Regina a Cássia Eller. Em 1976, ela começou um relacionamento com o guitarrista Roberto de Carvalho e desde então ele tem sido o parceiro de suas mais canções e a acompanhou em todas suas apresentações ao vivo. O casal se casou no civil em 1996. Ambos tiveram o filho Beto Lee, também guitarrista, que tem tocado com os pais. Rita Lee também é vegetariana e defensora dos direitos dos animais.


Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, onde Rita Lee ocupa o 15° lugar.


Biografia


Nascida na capital paulista, Rita Lee é a filha mais nova do dentista Charles Fenley Jones, e de Romilda Padula Jones. Seus pais tinham outras duas filhas: Mary Lee Jones e Virgínia Lee Jones.
Rita nasceu e cresceu no bairro da Vila Mariana, onde viveu por muitos anos, até o nascimento de seu filho. O bairro é especial a Rita, já que lá ela tem uma grande parte de todas as melhores lembranças de sua vida.
Ela foi educada no colégio francês paulistano Liceu Pasteur, e hoje fala fluentemente português, inglês, francês, espanhol e italiano. Também chegou a cursar Comunicação Social na Universidade de São Paulo em 1967, na mesma turma da atriz Regina Duarte, mas deixou a universidade durante o primeiro período.
Durante a infância, teve aulas de piano com a musicista clássica Magdalena Tagliaferro. Não pensava em ser cantora de rock e sim ser atriz de cinema ou veterinária. Suas primeiras influências musicais foram Elvis Presley, Neil Sedaka, Paul Anka, Peter, Paul and Mary, Beatles, Rolling Stones, mas também escutava música brasileira como Cauby Peixoto, Ângela Maria, Tito Madi e João Gilberto, Emilinha Borba, Carmen Miranda, Dalva de Oliveira e Maysa por influência dos país.
Na adolescência passa a se interessar por música e começa a se apresentar em escolas da região como componente do "Tulio's trio". Em 1963, forma-se um conjunto com mais duas garotas, as Teenage Singers (Cantoras Adolescentes), que participam de shows e de festas colegiais. No ano seguinte elas conhecem um trio masculino, Wooden Faces. Os dois grupos se juntam, formando o Six Sided Rockers, banda que depois se chamará O'Seis, que chega a gravar um disco compacto com duas músicas. Com a saída de três componentes, sobram Rita, Arnaldo e Sérgio que passam a se chamar "Os Bruxos". Por sugestão de Ronnie Von, o grupo passou a chamar-se "Os Mutantes".

Bandas e carreira solo

>Os Mutantes (1966-1972)
>Tutti Frutti e consagração nacional (1974-1978)
>Parceria com Roberto de Carvalho e reconhecimento internacional (1979-1990)
>Carreira solo e retorno de Roberto de Carvalho (1991-1999)
>3001 e Bossa'n Beatles (2000-2002)
>Aposentadoria e Reza (2010-presente)
>Aposentadoria dos Palcos
>Volta Aos Palcos e Turnê dos 50 Anos de Carreira
.

Letra

Coisas da Vida

Quando a Lua apareceu,
ninguém sonhava mais do que eu
Já era tarde, mas a noite é uma criança distraída.
Depois que eu envelhecer,
ninguém precisa mais me dizer
como é estranho ser humano nessas horas de partida.

Ah, é o fim da picada
Depois da estrada começa uma grande avenida
No fim da avenida, existe uma chance, uma sorte, uma nova saída.
são coisas da vida...
e a gente se olha e não sabe se vai ou se fica...

Qual é a moral? Qual vai ser o final dessa história?
Eu não tenho nada pra dizer por isso digo
Eu não tenho muito o que perder, por isso jogo
Eu não tenho hora pra morrer, por isso sonho

ah, ah, ah...

Ah, são coisas da vida...
Ah, e a gente se olha e não sabe se vai ou se fica...
Ah, são coisas da vida...
Ah, e a gente se olha e não sabe se vai ou se fica...

Ah, são coisas da vida...
Ah, e a gente se olha e não sabe se vai ou se fica...
Ah, são coisas da vida...
Ah, e a gente se olha e não sabe se vai ou se fica.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Lynyrd Skynyrd - Simple Man

Lynyrd Skynyrd é uma banda de southern rock estadunidense. Tornou-se conhecida no sul dos Estados Unidos em 1973, ganhando maior notoriedade internacional principalmente após a morte de diversos integrantes e do principal compositor Ronnie Van Zant em um acidente aéreo ocorrido em 1977 próximo a Gillsburg, Mississipi.

A banda retornou em 1987, tendo como líder Johnny Van Zant, e continua a gravar e a se apresentar até hoje. O grupo foi incluído no Hall da Fama do Rock and Roll em 13 de março de 2006. Ao longo de sua carreira a banda vendeu mais de 50 milhões de discos.

A origem


O núcleo do que mais tarde viria a ser o Lynyrd Skynyrd foi formado em meados de 1964, na cidade portuária de Jacksonville, sul da Flórida. Ronnie Van Zant e um vizinho, Robert Burns (Bob), que tinha uma bateria, se juntaram ao colega de escola Gary Rossington que por sua vez, sugeriu para a então banda em formação o baixista Larry Junstrom.

Faltava à banda de garotos um amplificador. Por ter o aparelho e também tocar guitarra, além de ser colega de escola dos outros integrantes, Allen Collins (Larkin Allen Collins Jr.), então no The Mods, juntou-se à banda iniciante.

Começaram a tocar influenciados por country, rock britânico (Rolling Stones, Yardbirds, Cream) e blues. Os barulhentos ensaios aconteciam na garagem da casa de Burns. "Nos plugávamos nossas guitarras no canal limpo, Ronnie colocava seu microfone no normal - eram os três em um amplificador - e Bob tocava bateria. Foi assim que começamos", disse Gary.

Neste período a banda mudou várias vezes de nome: o primeiro foi My Backyard, seguido por Noble Five, Wildcats, Sons of Satan, Conqueror Worm, Pretty Ones, e One Percent.

O nome Lynyrd Skynyrd surgiria um pouco mais tarde. Durante um show, Ronnie Van Zant anunciou a banda com o nome de Leonard Skinner - o famigerado instrutor de ginástica dos então estudantes Ronnie, Gary e Bob na Robert Lee High School em Jacksonville, que vivia dando suspensão aos garotos por causa dos seus longos cabelos, comportamento que se chocava contra as rígidas normas da escola.

"Nós somos (a banda) One Percent, mas vamos mudar nosso nome esta noite. Todos que quiserem que mudemos para Leonard Skinner, aplaudam!", disse Ronnie. A platéia conhecia o professor e aprovou o nome no ato. Em seguida, os membros substituíram as vogais por Y, segundo Gary, "para preservar a identidade do culpado".

Passaram a ensaiar numa espécie de barracão de madeira e zinco, tão pequeno e quente que foi apelidado pelos integrantes de "Hell House", ao sul de Jacksonville. Foi no calor sufocante da Hell House que o som da banda começou a tomar forma - country, blues e hard rock eram a base sonora do grupo. A despeito das condições severas, a banda estava determinada a ser bem-sucedida, a não perder de vista seus sonhos. Além de músicas próprias, tocavam covers entre outros, de Cream e Creedence Clearwater Revival.

Fazem uma turnê com a banda Strawberry Alarm Clock. A banda começa a ter o nome destacado, estabelecendo-se no sul (Flórida, Tennessee, Geórgia e Alabama) como um bom grupo ao vivo. Neste tempo, juntam-se ao Lynyrd Skynyrd os roadies Dean Kilpatrick e Kevin Elson.

Tradução
Homem Simples (Simple Man)

Mamãe me disse quando eu era jovem
Venha sentar-se ao meu lado, meu único filho,
E escute com atenção o que eu digo.
E se você o fizer isto irá lhe ajudar em algum belo dia.

Não tenha pressa... Não viva rápido demais
Dificuldades virão e passarão.
Encontre uma mulher e encontrará amor,
E não esqueça filho, há Alguém lá em cima.

E seja um tipo simples de homem.
Seja algo que você ame e entenda.
Seja um tipo simples de homem.
Você não fará isso por mim, filho?
Se puder?

Esqueça seu desejo pelo ouro do homem rico
Tudo aquilo que você precisa está em sua alma,
E você pode fazer isto se você tentar.
Tudo aquilo que eu quero para você meu filho,
É que esteja satisfeito.

E seja um tipo simples de homem.
Seja algo que você ame e entenda.
Seja um tipo simples de homem.
Você não quer fazer isso por mim filho,
Se puder você puder?

Menino, não se preocupe... Você se encontrará.
Siga seu coração e nada mais.
E você pode fazer isto se tentar.
Tudo que eu quero para você meu filho,
É que esteja satisfeito.

E seja um tipo simples de homem.
Seja algo que você ame e entenda.
Seja um tipo simples de homem.
Você não quer fazer isso por mim filho,
Se puder?

Querido, seja um homem simples.
Seja algo que você ame e entenda.
Querido, seja um homem simples.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Rod Stewart - My Heart Can't Tell You No

Roderick David Stewart, conhecido como Rod Stewart, (Highgate, Londres, 10 de janeiro de 1945) é um cantor e compositor britânico, com ascendência escocesa.

Conhecido por sua voz áspera e rouca, Rod Stewart começou a ficar conhecido no final dos anos 60 quando participou da Jeff Beck Group e depois juntou-se ao The Faces, iniciando paralelamente sua carreira solo que já dura cinco décadas.

Ao longo de sua carreira, Rod atingiu várias vezes as paradas de sucesso, principalmente no Reino Unido, onde ele atingiu o primeiro lugar com seis álbuns e por 24 vezes ficou entre o top 10 e seis vezes na posição número 1 entre as músicas mais executadas, e 9 vezes nº1 a nível mundial. Rod Stewart já vendeu 265 milhões de albuns desde o inicio de sua carreira. Tem hits como "Maggie May", "I Don't Want to Talk About It", "I Was Only Joking", "Sailing", "This old Heart of Mine", "Tonight The Night", "Hot Legs", "You're in My Heart", "Da Ya Think I'm Sexy?","Passion","Tonight I'm Yours (Don't Hurt me)", "Young Turks", "Passion", "Baby Jane", "What Am I Gonna Do (I'm So In Love With you)", "People Get Ready", "Every Beat Of My Heart", "Forever Young","My Heart Can´t Tell You No" e "Crazy About Her", "Lost In You", "Downtown Train", "Have I Told You Lately". Rod é o 23º na lista de melhores artistas da história e 17º na de mais bem sucedidos de todos os tempos. Com 2 Grammy vencidos tornou uma das figuras mais irreverentes do mundo.

Sua canção mais vendida foi o hit "Da Ya Think I'm Sexy?" de 1978, que atingiu o numero 1 em praticamente todos os países e vendeu mais de 4 milhões em todo mundo.

Letra(tradução)

Meu Coração Não Consegue Te Dizer Não

Eu não quero nunca mais que você venha aqui
Eu te imploro por piedade
Você não sabe o quanto é grande a minha fraqueza
Ou o quanto ela me machuca
Pois quando você diz que terminou com ele
Eu quero acreditar que é verdade
Então eu deixei você entrar, sabendo que amanhã
Eu acordarei sentindo sua falta
Acordarei sentindo sua falta

E quando a pessoa que você ama está apaixonada por outro
Você não sabe que isso é uma tortura, é como viver num inferno
Não importa o quanto eu tente me convencer
Desta vez não perderei o controle
Apenas um olhar nos seus olhos azuis
E de repente meu coração não consegue te dizer não

Eu não quero nunca mais que você me telefone
Dizendo que precisa de mim
Você está louca se acha que apenas metade do seu amor
Poderia me satisfazer
Eu continuo querendo te abraçar, te tocar
E quando você me olha daquele jeito
Eu conheço somente uma solução para isso
Você tem que ficar longe de mim
Fique longe de mim

E quando a pessoa que você ama está apaixonada por outro
Você não sabe que isso é uma tortura, é como viver num inferno
Não importa o quanto eu tente me convencer
Desta vez não perderei o controle
Apenas um olhar nos seus olhos azuis
E, de repente, meu coração não consegue te dizer não
Meu coração não consegue te dizer não

Eu não quero nunca mais que você me telefone
Dizendo que precisa de mim
Você está louca se acha que apenas metade do seu amor
Poderia me satisfazer
Eu continuo querendo te abraçar, te tocar
E quando você me olha daquele jeito
Eu conheço somente uma solução para isso
Você tem que ficar longe de mim
Fique longe de mim

E quando a pessoa que você ama está apaixonada por outro
Você não sabe que isso é uma tortura, é como viver num inferno
E quando a pessoa que você ama está apaixonada por outro
Você não sabe que isso é uma tortura, é como viver num inferno
Como viver num inferno

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Creed - Higher

Creed é uma banda de post-grunge norte-americana formada em 1995 na cidade de Tallahassee, originalmente idealizada pelos amigos Scott Stapp (vocal) e Mark Tremonti (guitarra). O grupo anunciou um hiato em 2004. Mas em Abril de 2009, no entanto, o site oficial do Creed foi re-lançado, e um vídeo com nome "coming soon 2009" foi colocada na página inicial, o que confirma agora que a banda está de volta. O grupo já vendeu mais de 53 milhões de copias no mundo e 35 milhões só nos E.U.A., recebendo quatorze discos de platina. Com o 9º lugar alcançado pela banda na lista da Billboard dos artistas que mais venderam discos nas ultimas décadas, o Creed está entre as maiores bandas de rock das últimas décadas. Sendo vencedora como maior banda de rock dos anos 2000, numa lista de 18 artistas.

Em 27 de abril de 2009 o Creed anunciou que os quatro membros originais da banda original estão juntos de volta para uma turnê e lançaram um álbum no final de 2009, com o nome de Full Circle.


My Own Prison

O primeiro disco da banda sob o título de My Own Prison (Minha própria prisão) foi lançado em 1997. Mesmo sendo uma produção patrocinada pelos próprios integrantes da banda (que custou 6000 dólares, 4000 destes vieram do pai de Brian Marshall, o baixista), o disco conseguiu vender mais de 5000 cópias em menos de uma semana. Foi o bastante para chamar atenção da gravadora Wind-Up Records, que logo assinou o contrato e o disco foi restaurado digitalmente. Logo na primeira semana vendeu 50 000 cópias, o que chamou a atenção de muitos críticos. Para promover o álbum, a banda resolve fazer uma turnê pelo país, o que faz com que as músicas "Torn", "My Own Prison", "What's This Life For" e "One" cheguem nos primeiros lugares dos sucessos. Ou seja, o Creed conseguiu o que pouquíssimas bandas conseguem: estabelecer quatro sucessos em apenas um álbum.

Muitos dizem que tal sucesso fora estabelecido graças à mensagens com forte conteúdo espiritual das músicas. "What's This Life For", por exemplo, foi composta tendo como enfoque o suicídio de um amigo, Mark. E segundo Scott, "My Own Prison" foi criada às 5 horas da manhã depois de uma noite mal dormida.

Algo original do álbum, é que as letras, por mais melancólicas que pareçam, sempre trazem uma mensagem de esperança. Sobre esse aspecto, Mark Tremonti, co-autor das músicas declara: "Eu acho que é assim que nós somos. Apesar de tudo de ruim que já se passou em nossas vidas, nós vimos a luz no fim do túnel; nunca deixamos a esperança de lado, e sabíamos que havia um jeito de sair de onde estávamos". "Há tantas coisas que nós tratamos neste álbum", declara Scott Stapp, "questões governamentais, raciais, dúvidas próprias, auto-piedade, raiva e amargura".

A respeito da religiosidade das suas composições, Stapp respondeu: "As pessoas estão confundindo as coisas, achando que somos uma banda religiosa, mas nós não somos, é somente o que eu estava passando naquele momento. Eu estava me questionando, lidando com certos assuntos e indo contra todas as convicções que tinham me ensinado durante toda minha vida. É difícil para as pessoas entenderem isso porque elas são usadas, estando apenas em sujeição à religiões ou denominações".

Letra(tradução)

 Mais Alto

Quando sonho sou guiado para um outro mundo

Várias e várias vezes

Quando amanhece eu luto pra continuar dormindo

Porque eu não quero deixar o conforto desse lugar

Porque tenho um desejo, uma ânsia de escapar

Da vida que eu vivo enquanto estou acordado

Então vamos lá

Vamos fazer nossa fuga

Venha, vamos lá

Vamos perguntar se poderemos ficar?

Você pode me levar bem mais alto?

No lugar onde cegos vêem

Você pode me levar bem mais alto?

No lugar com ruas douradas

Eu gostaria que o nosso mundo mudasse

Isso me ajudapreciar

Aquelas noites e aqueles sonhos

Mas meu amigo, eu sacrificaria todas aquelas noites

Se pudesse fazer o mundo e os meus sonhos os mesmos

A única diferença seria

Fazer o amor substituir todo o nosso ódio

Então vamos lá

Vamos fazer nossa fuga

Venha, vamos lá

Vamos perguntar se poderemos ficar?

Você pode me levar bem mais alto?

No lugar onde cegos vêem

Você pode me levar bem mais alto?

No lugar com ruas douradas

Então vamos lá

Vamos fazer nossa fuga

Venha, vamos lá

Vamos perguntar se poderemos ficar?

Lá em cima sinto como se estivesse vivo pela primeira vez

Ainda lá em cima eu estou forte o suficiente

para pegar esses sonhos e torná-los meus (x2)

Você pode me levar bem mais alto?

No lugar onde cegos vêem

Você pode me levar bem mais alto?

No lugar com ruas douradas

sábado, 14 de setembro de 2013

Maná - Oye Mi Amor

Maná é uma banda de pop rock mexicana fundada em 1987 em Guadalajara, inicialmente com o nome de "Green Hat". Alguns anos depois mudou para "Sombrero Verde" e posteriormente para "Maná". O som do grupo é descrito como uma mistura de pop rock, pop latino , calypso, reggae e ska.

Atualmente é uma das bandas de rock latino de maior sucesso, vendendo cerca de 25 milhões de cópias pelo mundo, e ganhando 3 Grammy Awards, cinco Grammy Latinos, cinco MTV Video Music Awards Latin America, quatro Premios Juventud, e nove Billboard Latin Music Awards. Após sucesso inicial na América Latina, o grupo começou a ter exposição na Austrália e Espanha, e em seguida garantiu popularidade nos Estados Unidos, Europa Ocidental, Ásia, e o Oriente Médio.

História

Em 1978, o cantor Fernando "Fher" Olvera e o guitarrista Gustavo Orozco junto com os irmãos Calleros (o baixista Juan Diego, o guitarrista Ulises e o baterista Abraham) fundaram um grupo de covers, inicialmente chamado Green Hat Spies, depois Green Hat, para enfim focando nas raízes latinas e o repertório em espanhol, para Sombrero Verde.

No principio dos anos 80, a banda lança dois álbuns, Sombrero Verde e A Tiempo de Rock. Estes discos tiveram pouco sucesso e em 1984 Orozco e o Abraham Calleros saíram da banda. Através de um anúncio de classificados, Alex González se tornou o novo baterista, e logo depois a banda mudou o nome para Maná, evocando a palavra polinésia "mana", que é energia positiva. O recém-rebatizado grupo assinou com a Polygram e gravou um disco com o nome Maná (1987) (e fez seu primeiro videoclipe, da música "Robot"). Depois insatisfeitos com a gravadora foram para a Warner Music e lançaram Falta Amor (1990), disco que os trouxe reconhecimento na América Latina, com o primeiro grande sucesso "Rayando El Sol", e outros sucessos como "Buscándola" e "Perdido En Un Barco".

Em 1992 Ulises Calleros decide deixar a guitarra e virar empresário do Maná, e ao mesmo tempo entraram no grupo o guitarrista César "Vampiro" López e o tecladista Ivan Gonzáles, que gravaram Donde Jugaran Los Niños. O disco recebeu premios de vendas em quase todo o continente americano, e tem sucessos como "Oye mi amor", "Como te deseo", "Te Lloré Un Río" e "Vivir Sin Aire".

Dois anos depois, em 1994, López e Gonzáles abandonam o grupo por diferenças artísticas. Fher Olvera, Alex González, e Juan Calleros tocam por um tempo como um trio, e lançam o álbum Maná En Vivo, um registro de show com a ajuda de Gustavo Orozco na guitarra, Sheila Ríos nos vocais e Juan Carlos Toribio nos teclados.

Em 1995, com o novo guitarrista Sergio Vallín, lançam Cuando Los Ángeles Lloran (em homenagem ao brasileiro Chico Mendes), com os sucessos "Como un perro enloquecido", "Ana", "Hundido En Un Rincón", "Déjame Entrar" (música que abriu maior parte ou todos os shows da turnê Amar Es Combatir) e "No ha parado de llover". Também criam a Fundação Selva Negra, que se encarrega de proteger a ecologia das Américas.

Em 1997 é lançado Sueños Liquidos, lançado em 36 países. "En el muelle de San Blas", "Hechicera" e "Clavado en un bar" foram sucessos nas rádios. Em pouco tempo Maná ganha certificados de vendas em todos os países em que foi lançado, incluindo Espanha e Estados Unidos, onde o Maná tinha vendido até o momento 500 mil cópias.

Em 1999 gravam um Acústico MTV e em 2000 colaboram com Carlos Santana na canção "Corazón Espinado", do seu álbum Supernatural.

Depois de três anos Maná lança ao mercado Revolución de Amor. Este álbum teve como sucessos: "Angel de Amor", "Eres mi Religión" y "Mariposa Traicionera". O disco teve a colaboração de Carlos Santana e sua guitarra em "Justicia, Tierra y Libertad" e também com Ruben Blades em "Sabanas Frías". Por último, o destaque para Sergio Vallin Loera, que estreou como vocalista cantando "Por que te vas?". No cd, Alex "El Animal" González é o vocalista das músicas "Sin Tu Cariño", "Fe" e "Nada Que Perder".

No final de 2003 lançam 3 compilações: Sol, Luna e Eclipse, que incluem os temas de maior sucesso e outras colaborações da banda, com a música inédita "Té llevaré al cielo". Em 2004 saiu a venda o DVD chamado Acceso Total, que inclui uma mistura de imagens de vários shows e bastidores.

Atualmente a banda de rock latino de maior sucesso. Em 2006 lançaram mundialmente Amar es Combatir, com "Labios Compartidos" como primeiro single - tendo sucesso imediato nas rádios mexicanas atingindo o primeiro lugar após quatro dias do lançamento. Nos EUA a canção atingiu o primeiro lugar nas rádios pop latinas em pouco mais de uma semana do lançamento e está subindo rapidamente na lista das mais tocadas das rádios latinas, ficando três semanas em primeiro lugar da Billboard Hot Latin Songs. O segundo Single "Bendita Tu Luz" assim como o primeiro single do último álbum da banda obteve grande exito nas rádios latinas dos EUA alcançando primeiro lugar da parada Hot Latin Songs da revista Billboard.

Em 2008, Maná lançou o álbum ao vivo Arde El Cielo, em um pacote com CD ou um DVD incluso com um show na Colômbia. Em 2011, quebrando um hiato de 5 anos depois do último trabalho de estúdio, foi lançado sDrama y Luz em três versões, CD, CD e DVD com clipes e making of, e LP.

Letra(tradução)

Ouça O Meu Amor

Você não sabe como a desejo
Você não sabe como sonhei com você
Se você soubesse que eu morro
Pelo seu amor, pelo seu amor e pelo seus lábios

Se você soubesse que sou sincero
E eu sou direito e não falho com você
Se você soubesse o quanto a amo
Poderia dar tudo a você, até os meus olhos

Mas você já tem outro
Um cara frio e chato
Um bobo que é um reprimido
Você não é assim
Não vá embora

Ouça o meu amor
Não me diga que não
E vamos juntando as almas
Ouça o meu amor
Não me diga que não
E vamos juntando os corpos

Comigo você enlouqueceria, mas claro!
Comigo você iria até o fim do mundo
Com você eu me perderia
Com você eu quero tudo
E nada pela metade

Mas você já tem outro
Cara frio e chato
Um bobo que é um reprimido
Você não é assim
Não vá embora

Ouça o meu amor
Não me diga que não
E vamos juntando as almas
Ouça o meu amor
Não me diga que não
E vamos juntando os corpos

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

As Traças...


Eram duas traças. Tinham ido parar ao meu
sobretudo, guardado no Verão, para voltar a servir no
Inverno.
As duas traças não me conheciam de parte alguma. Por
isso não podiam pedir-me autorização para se servirem, à
maneira delas, do meu sobretudo. Naquele guarda roupas

havia mais roupa pendurada, mas o sobretudo azul-escuro,
de lã macia, era o que mais lhes convinha.
Quando, chegado o Inverno, dei com dois buracos na
lapela do meu sobretudo, barafustei:
– Malditas traças! Não há naftalina que as detenha.
Talvez estas traças estivessem constipadas ou a naftalina
que eu tinha espalhado pelos bolsos do sobretudo fosse de
má qualidade… Talvez estas traças não respeitassem nada
nem ninguém, nem sequer senhores de sobretudo ou
sobretudos sem senhores…
– Logo na lapela, tão à vista de toda a gente. Podiam
antes ter traçado o forro ou as abas, atrás. Assim,
inutilizaram-me o sobretudo. Não tem remédio.
Devia haver uma maneira de avisar as traças a não
roerem lapelas, golas e peitilhos de casacos e sobretudos.
Talvez mudassem de hábitos.
Eu, neste Inverno, particularmente frio, tenho andado de
sobretudo, o azul-escuro de lã macia, o traçado… Mas com
uma particularidade: sempre com uma flor na lapela.
É para tapar os buracos feitos pelas traças. Os meus
amigos não sabem e dizem-me que ando com um ar
festivo.
– Andas tão alegre, neste Inverno – comentam.
Se eles soubessem…(Fonte:Antonio Torrado)

terça-feira, 10 de setembro de 2013

The Shadows - Apache (1969)

The Shadows é um conjunto de rock instrumental britânico. Seus maiores êxitos foram alcançados na década de 1960, tanto com trabalhos próprios quanto com a parceira que mantinham com o cantor Cliff Richard.

Informação geral

Origem:     Inglaterra
País:      Reino Unido
Gênero(s):     Rock and roll, Rock Instrumental
Período em atividade:     1958–1968
1973–1990
2004–2005
2008–presente

Gravadora(s):     Columbia (EMI)
Página oficial: www.theshadowsofficial.com
   
Integrantes

Hank Marvin
Bruce Welch
Brian Bennett

Ex-integrantes

Jet Harris
Tony Meehan
Brian Locking
John Rostill
Alan Hawkshaw
John Farrar
The Drifters
Ken Pavey
Norman Mitcham
Ian Samwell
Terry Smart

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Avise...a Você

Aprenda a admoestar-se, antes que a vida admoeste a você.
Se o seu problema é alimentar-se excessivamente, exponha na mesa está legenda
escrita, diante dos olhos:
- Devo moderar meu apetite.
Se a sua luta decorre da preguiça, dependure este dístico à frente do próprio leito para
a reflexão cada manhã:
- Devo trabalhar honestamente.
Se a sua intranqüilidade surge da irritação sistemática, coloque este aviso em
evidência no lar para observação incessante:
- Devo governar minhas emoções.
Se o seu impedimento irrompe de vícios arraigados, carregue consigo um cartão com
esta lembrança breve:
- Devo renovar-me.
Se o seu caso difícil é a inquietação sexual, traga no pensamento este aviso constante:
- Devo controlar meus impulsos.
Se o seu ponto frágil está na palavra irrefletida, espalhe este memorando em torno de
seus passos:
- Devo falar caridosamente.
Não acredite em liberdade incondicional. Todo direito está subordinado a determinado
dever. Ninguém abusa sem consequências.
Repare os sistemas penalógicos da vida funcionando espontaneamente.
Enfermidades compartilham excessos...
Obsessões cavalgam desequilíbrios...
Cárceres segregam a delinquência...
Reencarnações expiatórias acompanham desatinos...
Corrijamos a nós mesmos, antes que o mundo nos corrija.
Todos sabemos proclamar os méritos do pensamento positivo, entretanto, não há
pensamento positivo para o bem sem pensamento reto.
O tempo é aquele orientador incansável que ensina a cada um de nós, hoje, amanhã e
sempre que ninguém pode realmente brincar de viver.(Livro:Ideal Espírita -  Francisco Cândido Xavier )

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Sinônimos...

Berço – oportunidade.
Túmulo – revisão.
Família – vínculo.
Lar – refúgio.
Sociedade – escola.
Profissão – dever.
Instrução – cultura.
Educação – aperfeiçoamento.
Trabalho – renovação.
Serviço – bênção.
Experiência – presciência.
Cooperação – simpatia.
Dificuldade – ensinamento.
Perdão – libertação.
Dor – corrigenda.
Tempo – concessão.
Verdade – equidade.
Consciência – guia.
Caridade – salvação.
Amor – Deus.
(Francisco Cândido Xavier)

James Taylor - Fire And Rain




Fire and Rain, Live 1970

James Vernon Taylor (Boston, 12 de março de 1948) é um músico norte-americano, compositor e intérprete da fusão do "country-gospel-rock".

Entre alguns dos seus sucessos estão "You've Got a Friend"; "Carolina in My Mind"; "Sweet Baby James"; "Fire and Rain"; "México"; "Shower the People"; "How Sweet It Is"; e "Only a Dream in Rio". Na vida profissional, James pertence a "escola estilísticas de músicos" que inclui parceiros como Paul McCartney, George Harrison, Carole King, Joni Mitchell, Carly Simon, Art Garfunkel, Paul Simon, David Crosby, Graham Nash, Jackson Browne, Linda Rondstadt, Bonnie Raitt e Stevie Wonder; e no período que ele se comercializou, estava entre grupos de músicos (além destes já mencionados) como: Don McLean, John Denver, Jim Croce e Cat Stevens apesar de nunca ter tocado com estes últimos.

Biografia
Filho de um médico, Isaac Taylor (1921-1996) e de Gertrude Woodard, professora de música e cantora lírica. É o segundo de cinco irmãos. Em 1951, quando James tinha 3 anos, o pai, o Dr. Taylor foi eleito professor assistente da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, e a família mudou se de Boston para o Sul. Todos três irmãos, Alex (1947-1993), Livingston, e Hugh, e sua irmã, Kate, se tornaram músicos e gravam álbuns independentemente.

James estudou violoncelo na infância, mas começou a aprender violão em 1960. Em 1963, James entrou na Milton Academy, uma escola preparatória em Massachusetts. No primeiro verão ele conheceu Kootch Kortchmar, enquanto morava em Martha's Vineyard; e os dois formaram uma dupla country. James abandonou a escola com 16 anos e, junto a seu irmão, Alex, formou um conjunto. James sofreu de depressão ainda jovem e teve que se internar no McLean Psychiatric Hospital em Massachusetts. Após dar alta, foi para Nova Iorque e em 1966 formou seu novo conjunto, The Flying Machine, junto a Kortchmar e Joel O'Brien. Eles tocaram em Greenwich Village e conseguiram um contrato com uma pequena gravadora inexperiente, Rainy Days Records. O nome surgiu da própria música de Taylor, Rainy Day Man. Eles conseguiram lançar um compacto simples com Brighten Your Night with My Day e do lado B, Night Owl. O disco não teve bons resultados e o conjunto se dissolveu no ano seguinte, 1967, embora essas mesmas músicas vão re-aparecer no futuro, em grande estilo e com maior sucesso, em discos de ouro e platina que James não imaginava ainda.



Influência e início da carreira

James Taylor cresceu em Carolina do Norte, EUA, e passava o tempo ouvindo música Country e música Gospel do programa semanal Grand Ole Opry e ouvia também os músicos do estilo soul nos locais que eles tocavam, como James Brown, Joe Tex e Don Covey.
James começou tocando enquanto ainda moço, em um conjunto da sua escola secundária e profissionalmente, no final dos anos 1960, ligado a country-gospel da época. Em 1968, Taylor se mudou para Londres. Ele foi contratado pela Apple Records após ter dado um demo a Peter Asher (do conjunto Peter & Gordon) que trabalhava, então, para os Beatles, e por sua vez, tinha mostrado a fita a Paul McCartney que gostou da música, e o primeiro álbum de Taylor foi lançado: James Taylor. O álbum fora produzido por Paul McCartney. Mas, justamente em 1969, a Apple entrou num período de dissolução entre os Beatles. Peter Asher se mudou para a California e James seguiu seus passos para gravar seus próximos dois projetos. James nunca chegou a morar na California, mas a maioria dos músicos com quem ele trabalhou e seu empresário musical, Peter Asher, estavam, agora, na Califórnia, portanto ele passou muito tempo lá.

Obviamente com as gravações que realizou no período 68/69, em Londres, Taylor já conseguia chamar a atenção da indústria Norte-americana com, pelo menos, três canções: Carolina in my Mind (com a colaboração de Paul McCartney, nos vocais e baixo e George Harrison), Something in the Way She Moves e The Blues is Just a Bad Dream. Agora, com o seu empresário e contatos na Califórnia, sua recente bagagem musical, e com seu carisma ao seu lado, James assinou um novo contrato com a Warner WEA.
Todos os seus álbuns, com exceção de um, alcançaram vendas recordes que o renderam certificados de ouro ou platina, enquanto o álbum Greatest Hits, de 1976 o rendeu certificado de diamante por mais de dez milhões de cópias vendidas.


Letra(Tradução)
Fire And Rain
Fogo e Chuva

Na manhã de ontem me deixaram saber que você se foi

Susanne o esboço que eles fizeram te deram um fim

Eu andei por aí de manhã e escrevi essa canção

Só não consigo me lembrar a quem enviaria

Tenho visto o fogo e também a chuva

Tenho visto dias ensolarados que eu pensei que nunca acabariam

Tenho passado horas solitário quando eu não poderia encontrar um amigo

Mas eu sempre pensei que eu veria você de novo

Você não olharia por mim, Jesus

Você tem me ajudado e me feito esperar

Você tinha que me ver outro dia

Meu corpo esta dolorido e meu tempo esta em suas mãos

E eu não farei isso mais

Oh, Eu tenho visto fogo e chuva

Tenho sentido os dias ensolarados que eu pensei que nunca acabariam

Tenho passado horas solitário quando eu poderia não encontrar um amigo

Mas eu sempre pensei que eu te veria de novo

Tenho andado pensando por um bom tempo

Meus arrependimentos tem batido de frente ao sol

Deus sabe quando o vento frio sopra

Isso te fará pensar

Bem, as horas, o tempo no telefone

Pra falar sobre coisas que talvez seriam,

doces sonhos e máquinas voadoras em pedaços no chão

Oh, tenho sentido fogo e chuva

Tenho sentido os dias ensolarados que eu pensei que nunca acabariam

Tenho passado horas solitário quando eu poderiam não encontrar um amigo

Mas eu sempre pensei que eu ainda te veria de novo, agora

Pensei que eu veria você mais uma vez de novo

Há poucas coisas em meu caminho ultimamente, agora

Pensei que eu veria você, pensei que veria seu fogo e sua chuva, agora.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Alan Parsons Project - Time

The Alan Parsons Project é um grupo de rock progressivo inglês formado nos fins dos anos 70 início dos anos 80 e foi fundado por Alan Parsons e Eric Woolfson.

Muitos dos seus títulos, especialmente os primeiros, partilham traços comuns com The Dark Side of the Moon dos Pink Floyd, talvez influenciado pela participação de Alan Parsons como engenheiro de som na produção deste álbum em 1973. Eram álbuns conceituais que começavam com uma introdução instrumental esvanecendo-se na primeira canção, uma peça instrumental no meio do segundo lado do LP e terminavam com uma canção calma, melancólica e poderosa. (No entanto, a introdução instrumental só foi realizada até 1980 - a partir desse ano, nenhum álbum exceto "Eye In The Sky" possuiu uma.)

O grupo era bastante incomum na continuidade dos seus membros. Em particular, as vocalizações principais pareciam alternar entre Woolfson (principalmente nas canções lentas e melancólicas) e uma grande variedade de vocalistas convidados escolhidos devido às suas características para interpretar determinado tema.

Mesmo assim, muitos sentem que o verdadeiro cerne do Projecto consistia exclusivamente em Alan Parsons e Eric Woolfson. Eric Woolfson era um advogado, por profissão, mas também uma compositor clássico treinado e pianista. Alan Parsons era um produtor musical de grande sucesso. Ambos trabalharam juntos para conceber canções notáveis e com uma fidelidade impecável.

Andrew Powell (compositor e organizador de música de orquestra durante a vida do projeto), Ian Bairnson (guitarrista) e Richard Cottle (sintetizador e saxofonista) também tornaram-se partes integrais do som do projeto. Powell é também creditado por ter composto uma banda sonora ao estilo do projeto para o filme Feitiço de Áquila (Ladyhawke em inglês) de Richard Donner.

Letra (Tradução)


Tempo (Time)

Tempo, fluindo como um rio.
Tempo, acenando para mim.
Quem sabe quando nós nos encontraremos novamente?
Mas o tempo,continua fluindo como um rio,para o mar...

Adeus, meu amor,Talvez para sempre.
Adeus, meu amor,A maré me aguarda.
Quem sabe quando nós nos encontraremos novamente? Se algum dia... [nos encontraremos]
Mas o tempo,continua fluindo como um rio (continuamente)
Para o mar, para o mar...

Até que tenha ido para sempre,
Ido para sempre,
Ido para todo sempre...

Adeus, meus amigos,Talvez para sempre.
Adeus, meus amigos,As estrelas aguardam por mim.
Quem sabe onde nós nos encontraremos novamente? Se algum dia... [nos encontraremos]
Mas o tempo,continua fluindo como um rio (continuamente)
Para o mar, para o mar...

Até que tenha ido para sempre,
Ido para sempre,
Ido para todo sempre...

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Bread - Aubrey

Bread foi uma banda norte-americana de rock, formada em 1968, em Los Angeles, na Califórnia. O grupo foi um dos mais populares do início da década de 1970.

Biografia

O Bread foi formado em 1968, a partir do encontro entre David Gates e Jimmy Griffin. Acrescidos da presença de Robb Royer, o grupo começou a tocar nos bares de Los Angeles e contratado pela gravadora Warner/Elektra - inicialmente apenas para ser uma banda de estúdio. O baterista Mike Botts se juntou a eles em seguida.

O primeiro single da banda, "Make It With You", alcançou o primeiro lugar da parada norte-americana da Billboard, em 1970. O sucesso inesperado com o álbum "Bread", de 1969, fez com que a banda começasse a realizar apresentações ao vivo pelos Estados Unidos.

O soft-rock de fácil assimilação conquistou as paradas norte-americanas, com destaque para "If", "Everything I Own", "Baby I'm-A Want You", "Guitar Man, "Diary" e "Aubrey". Ao mesmo tempo, criou-se um choque de egos entre seus componentes Gates e Griffin. A banda iria acabar em 1973.

Três anos mais tarde, reencontraram-se para lançar um último trabalho, "Lost Without Your Love", também bem recebido pela crítica e público.


Discografia

1969     Bread    
1970     On the Waters    
1971     Manna    
1972     Baby I'm-a Want You    
1972     Guitar Man    
1973     The Best of Bread    
1974     The Best of Bread, Vol. II    
1977     Lost Without Your Love    
1982     The Sound of Bread     K-tel
1985     Anthology of Bread    
1996     Retrospective    
2002     Make It With You and Other Hits    
2006     The Definitive Collection 


Letra(Tradução)

Aubrey

E Aubrey era seu nome,
Não era nem uma garota, nem um nome comum
Mas a quem culpar?
Por um amor que não floresceria
Por corações que nunca estiveram em sintonia
Assim como uma melodia que todos conseguem cantar
Se retirarmos as palavras que rimam não há mais significado.

E Aubrey era seu nome,
Nós diminuímos a luz e dançamos ao luar
Mas onde estava Junho?
Ele nunca chegou
E se chegou, veio em silêncio
Talvez eu estivesse ausente ou ansioso demais para ouvi-lo
Agarrando às palavras e deixando passar o que elas significavam.

Mas Deus, eu sinto falta dela
Eu viraria o mundo mil vezes só para estar
Mais perto dela do que de mim mesmo

E Aubrey era seu nome,
Eu nunca a conheci, mas eu a amava mesmo assim,
Eu amava o seu nome.
Eu queria ter encontrado a maneira
E as razões que a fizessem ficar
Eu aprendi a conduzir a minha vida distante das outras
Se eu não posso ter a que eu quero, ficarei sem a melhor

Mas como eu sinto falta dela
Eu viraria o mundo um milhão de vezes apenas para dizer
Que ela foi minha por um dia.   

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Raul Seixas - Como Vovó Já Dizia...


Raul Santos Seixas (Salvador, 28 de junho de 1945 — São Paulo, 21 de agosto de 1989) foi um cantor e compositor brasileiro, frequentemente considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Também foi produtor musical da CBS durante sua estada no Rio de Janeiro, e por vezes é chamado de "Pai do Rock Brasileiro" e "Maluco Beleza". Sua obra musical é composta de 21 discos lançados em seus 26 anos de carreira e seu estilo musical é tradicionalmente classificado como rock e baião, e de fato conseguiu unir ambos os gêneros em músicas como "Let Me Sing, Let Me Sing" . Seu álbum de estreia, Raulzito e os Panteras (1968), foi produzido quando ele integrava o grupo Os Panteras, mas só ganhou notoriedade crítica e de público com as músicas de Krig-ha, Bandolo! (1973), como "Ouro de Tolo", "Mosca na Sopa", "Metamorfose Ambulante". Raul Seixas adquiriu um estilo musical que o creditou de "contestador e místico", e isso se deve aos ideais que vindicou, como a Sociedade Alternativa apresentada em Gita (1974), influenciado por figuras como Aleister Crowley.

Raul se interessava por filosofia (principalmente metafísica e ontologia), psicologia, história, literatura e latim e algumas crenças dessas correntes foram muito aproveitadas em sua obra, que possuía uma recepção boa ou de curiosidade por conta disso. Ele conseguiu gozar de uma audiência relativamente alta durante sua vida, e mesmo nos anos 80 continuou produzindo álbuns que venderam bem, como Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum! (1987) e A Panela do Diabo (1989), esse último em parceria com Marcelo Nova, e sua obra musical tem aumentado continuamente de tamanho, na medida em que seus discos (principalmente álbuns póstumos) continuam a ser vendidos, tornando-o um símbolo do rock do país e um dos artistas mais cultuados e queridos entre os fãs nos últimos quarenta anos. Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, cujo resultado colocou Raul Seixas figurando a posição 19ª6 , encabeçando nomes como Milton Nascimento, Maria Bethânia, Heitor Villa-Lobos e outros. No ano anterior, a mesma revista promoveu a Lista dos Cem Maiores Discos da Música Brasileira, onde dois de seus álbuns apareceram Krig-ha, Bandolo! de 1973 atingiu a 12ª posição e Novo Aeon ficou em 53º lugar , demonstrando que o vigor musical de Raul Seixas continua a ser considerado importante hoje em dia.
Letra
Como Vovó Já Dizia...

Como vovó já dizia
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
(Mas não é bem verdade!)
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Hum!...

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Minha vó já me dizia
Prá eu sair sem me molhar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Mas a chuva é minha amiga
E eu não vou me resfriar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A serpente está na terra
O programa está no ar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A formiga só trabalha
Porque não sabe cantar...

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé
Come pão e osso duro
Quem não tem visão
Bate a cara contra o muro
Uuuuuuuh!...

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
É tanta coisa no menu
Que eu não sei o que comer
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
José Newton já dizia:
"Se subiu tem que descer"
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Só com a praia bem deserta
É que o sol pode nascer
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A banana é vitamina
Que engorda e faz crescer...

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé
Come pão e osso duro
Quem não tem visão
Bate a cara contra o muro...

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Solta a serpente!
Hari Krishna!
Hari Krishna!...

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé
Come pão e osso duro
Quem não tem visão
Bate a cara contra o muro
Uhuuuu!...

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
É tanta coisa no menu
Que eu não sei o que comer
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Só com a praia bem deserta
É que o sol pode nascer...
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
José Newton já dizia:
"Se subiu tem que descer"
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A banana é vitamina
Que engorda e faz crescer...
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Minha vó já me dizia
Prá eu sair sem me molhar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Mas a chuva é minha amiga
E eu não vou me resfriar...
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A serpente tá na terra
E o programa está no ar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A formiga só trabalha
Porque não sabe cantar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro...

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Engenheiros do Hawaii - O Papa é Pop Rock in Rio 1991

Video > Rock in Rio 1991

Engenheiros do Hawaii é uma banda brasileira de rock alternativo, formada em 19841 na cidade de Porto Alegre, que alcançou grande popularidade com suas canções irônicas e críticas. O vocalista Humberto Gessinger é o único integrante original a permanecer no grupo até hoje.

Os primeiros anos (1984 – 1989)

Quatro estudantes da Faculdade de Arquitetura da UFRGS - Humberto Gessinger (vocal e guitarra), Carlos Stein (guitarra), Marcelo Pitz (baixo) e Carlos Maltz (bateria) - resolveram formar uma banda apenas para uma apresentação em um festival da faculdade, que aconteceria por protesto à paralisação de aulas. O primeiro show da banda foi em 11 de janeiro de 1985.2 Escolheram o nome Engenheiros do Hawaii para satirizar os estudantes de engenharia que andavam com bermudas de surfista, com quem tinham uma certa rixa. Começaram a surgir propostas para novos shows e, após, algumas apresentações em palcos alternativos de Porto Alegre juntamente com uma série de shows pelo interior do Rio Grande do Sul. A banda, em menos de quatro meses de carreira já consegue gravar duas músicas na coletânea Rock Grande do Sul (1985) com diversas bandas gaúchas, em razão de uma das bandas vencedoras do concurso adicionador à coletânea ter desistido da participação do álbum na última hora. Quando a banda seguiu com seus ensaios, durante a greve da faculdade, Carlos Stein realizou uma viagem, o que acabou inviabilizando sua permanência no grupo, e, tempos depois, ele passa a integrar a banda Nenhum de Nós. Meses passaram, e os Engenheiros do Hawaii gravam o seu primeiro álbum: Longe Demais das Capitais, em 1986. O norte musical do disco apontava para um som voltado à música pop, muito próximo ao ska de bandas como o The Police e Os Paralamas do Sucesso. Destacam-se as canções "Toda Forma de Poder", que foi tema da novela Hipertensão da Rede Globo e "Segurança", além de "Sopa de Letrinhas" e "Longe Demais das Capitais".

Antes de começarem as gravações do segundo disco, Marcelo Pitz deixa a banda por motivos pessoais. Com Gessinger assumindo o baixo, entra o guitarrista Augusto Licks, que havia trabalhado com Nei Lisboa, conhecido músico gaúcho. Os Engenheiros lançam o disco A Revolta dos Dândis, em 1987. A banda muda o direcionamento temático, iniciando uma trilogia baseada no rock progressivo, com discos com repetições de temas gráficos e musicais e letras em que ocorre a auto-citação. Os arranjos musicais são influenciados pelo rock dos anos 60, as letras são críticas, com ocorrência de várias antíteses e paradoxos e aparecem citações literárias de filósofos, como Albert Camus e Jean-Paul Sartre. Destaque para os hits "Infinita Highway", "Terra de Gigantes", "Refrão de Bolero" e a faixa título, dividida em duas partes. Começam os shows para grandes plateias nos centros urbanos do país, como o festival Alternativa Nativa, realizado entre 14 e 17 de junho de 1987. A partir desta data, os Engenheiros encheriam ginásios e estádios pelo Brasil afora. Porém, houve polêmicas e a banda chegou mesmo a ser acusada de elitista e fascista pelo conteúdo de suas letras. As polêmicas se intensificaram quando membros da banda se apresentaram com camisetas estampadas com a Estrela de Davi e a Suástica. O disco seguinte, Ouça o que Eu Digo: Não Ouça Ninguém, de 1988, pode ser visto como uma continuidade do anterior, tanto pelo trabalho da capa do álbum como pelo tema e estilo de suas canções. Destaque para as músicas "Somos Quem Podemos Ser", "Cidade em Chamas", "Tribos & Tribunais", a faixa-título e "Variações Sobre o Mesmo Tema", esta última uma homenagem à banda Pink Floyd, com sua estética progressiva e dividida em três partes. O álbum também marca a saída dos Engenheiros da cidade de Porto Alegre, indo morar no Rio de Janeiro. Consolidada a nova formação, os Engenheiros lançam Alívio Imediato, de 1989, quarto disco da banda e o primeiro registro ao vivo. Suas canções mostram uma retrospectiva de suas principais canções e as novas perspectivas a serem incorporadas, em especial o som mais eletrônico, presente na faixa título e na música "Nau à Deriva", ambas gravadas em estúdio e as demais gravadas ao vivo no Canecão, no Rio de Janeiro.
Letra
O Papa É Pop
Engenheiros do Hawaii

Todo mundo tá revendo
O que nunca foi visto
Todo mundo tá comprando
Os mais vendidos

É qualquer nota,
Qualquer notícia
Páginas em branco,
Fotos coloridas
Qualquer nova ,
Qualquer notícia
Qualquer coisa
Que se mova
É um alvo

E ninguém tá salvo...

Todo mundo tá relendo
O que nunca foi lido
Tá na caras
Tá na capa da revista

É qualquer nota,
Uma nota preta
Páginas em branco,
Fotos coloridas
Qualquer rota,
A rotatividade
Qualquer coisa
Que se mova
É um alvo
E ninguém tá salvo
Um disparo
Um estouro

O Papa é Pop,
O Papa é Pop!
O Pop não poupa ninguém
O Papa levou um tiro
À queima roupa
O Pop não poupa ninguém
Uma palavra
Na tua camiseta
O planeta na tua cama
Uma palavra escrita a lápis
Eternidades da semana..

Qualquer coisa
Quase nova
Qualquer coisa
Que se mova
É um alvo
E ninguém tá salvo

O Papa é Pop,
O Papa é Pop!
O Pop não poupa ninguém
O Papa levou um tiro
À queima roupa,é...
O Pop não poupa ninguém

Toda catedral é populista
É pop
É macumba prá turista
Mas afinal?
O que é Rock'n'roll?
Os óculos do John
Ou o olhar do Paul?

O Papa é Pop,
O Papa é Pop!
O Pop não poupa ninguém
O Papa levou um tiro
À queima roupa,
O Pop não poupa!
O Pop não poupa!
Ninguém!...

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Estepe...

Em geografia física e botânica, estepe, é uma formação vegetal de planície com poucas árvores, composta por herbáceas e pequenos bosques, similar à pradaria, embora este último tipo de planície, que ocorrem em climas mais úmidos, contenha gramíneas mais altas, em relação a estepe.

Aparece, às vezes, numa zona de transição vegetativa e climática entre a área de savana e o deserto.

Encontrada na zona temperada continental da Europa. Ocorre nas áreas de clima semi-árido do continente americano, onde as temperaturas são elevadas e as chuvas escassas e mal distribuídas.

No Brasil, encontra-se no Nordeste com o nome de Caatinga, apresentando pequenas árvores, arbustos espinhosos e cactos e no Rio Grande do Sul (as pradarias) onde vive a maior parte do gado gaúcho.

A fauna é variável, mas, de maneira geral, abriga mamíferos com hábito de agregação em colônias ou manadas. Esse hábito de vida constitui proteção em habitats abertos. No estepe, a plantação é difícil; assim sendo, a maioria da sua população depende da criação das cabras e outros animais.

As estepes são encontradas principalmente nos EUA, na Mongólia, na Sibéria e na China e apresentam vegetação rasteira, clima frio e seco, longe da influência marítima e perto de barreiras montanhosas

Abrangem uma área de cerca de 9.000.000 km², que compreende o norte dos EUA e o sul do Canadá (onde recebem o nome de pradarias), o sul da América do Sul (onde se chamam pampas) e o leste da Europa. Ocorrem nas áreas de clima temperado continental e são constituídas, basicamente, por gramíneas.



Outra Denominação > Pneu reserva


O pneu reserva, chamado popularmente no Brasil de estepe, é o pneu sobressalente que os automóveis possuem obrigatoriamente como item de segurança. Contudo, enquanto o Código de Trânsito Brasileiro determina que o estepe tenha o mesmo tamanho, formato e aro das demais rodas do veículo, na Europa, Japão e Estados Unidos o estepe é diferenciado e bem mais compacto, a fim de reduzir custos.

Amor Incondicional...

"Venhas comigo" disse -- sem que nada supera
de onde e como ardia meu estado doloroso,
e para mim não havia chave nem barcarola,
nada senão uma ferida pelo amor aberta.


Repeti: vem comigo, como se eu morresse,
e nada veio em minha boca com lua que sangrava,
nada viu aquele sangue que subia ao silêncio.


Oh amor agora ouviremos a estrela com espinhos!


Por isso quando escutei que tua voz repetia
"Venhas comigo" -- fui como se desprendia
dor, amor, a fúria do vinho envelhecido.


Que desde sua bodega submergida subira
e outra vez em minha boca senti um sabor de chama,
de sangue e de chaves, de pedra e queimadura.( Pablo Neruda)

terça-feira, 11 de junho de 2013

Caminhos Retos...

Tempo sem desperdício.
Trabalho sem desânimo.
Estudo sem cansaço.
Oração sem inércia.
Alimentação sem abuso.
Tranqüilidade sem preguiça.
Alegria sem desordem.
Distração sem vício.
Fé sem fanatismo.
Disciplina sem violência.
Firmeza sem arrogância.
Amor sem egoísmo.
Ajuda sem paga.
Realização sem jactância.
Perdão sem exigência.
Dificilmente libertar-nos-emos da ilusão
que nos confunde a vida, se fugirmos de
palmilhar esses caminhos retos, rumo à Imortalidade Triunfante. (Do livro Ideal Espírita, André Luiz)
(Francisco Cândido Xavier)


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Savatage - Edge Of Thorns

Savatage é uma banda norte-americana de heavy metal fundada pelos irmãos Jon Oliva e Criss Oliva, em 1981.1 Eles foram conhecidos como uma banda de metal progressivo, mas suas origens poderiam ser atribuídas a heavy metal ou power metal, como expressado por seu álbum, Sirens. O Savatage está inativo desde o lançamento de seu último álbum em 2001, Poets and Madmen, e não se apresentou ao vivo desde 2002. Apenas em 2006, Jon Oliva deu a enteder que o Savatage estaria "paralisado" indefinidamente até que todos os integrantes tivessem tempo de comporem ou entrarem em turnê novamente.

O início

Inicialmente sob o nome Metropolis e, logo depois, em 1983, Avatar, a banda passou a chamar-se Savatage2 devido a problemas judiciais, logo após o lançamento do primeiro single denominado City Beneath The Surface, e pouco antes de lançar o primeiro álbum, batizado de Sirens em 1983. No ano seguinte, lançaram Dungeons Are Calling e assinaram com a Atlantic Records. Em 1985 a banda lança Power of The Night, e sai em turnê pela primeira vez. Em 1986 Keith Collins deixa a banda e Johnny Lee Middleton assume a condição de baixista. Produzem e lançam o álbum Fight for the Rock, e também viajam para a Europa em turnê abrindo os shows da banda Motorhead.

O sucesso

Hall of the Mountain King é lançado em 1987, contendo a primeira sinfonia instrumental do Savatage chamada Prelude To Madness. Neste mesmo ano, a banda grava o seu primeiro videoclipe para a música Hall of The Mountain King. No ano de 1988 o Savatage sai em turnê pelos Estados Unidos ao lado das bandas Dio e Megadeth, e o guitarrista Chris Caffery é contratado pela banda. 1989 é o ano de lançamento do álbum Gutter Ballet, primeiro álbum do Savatage com dois guitarristas. Em 1990 partem para uma turnê mundial ao lado das bandas King Diamond e Testament, ao final da qual Chris Caffery abandona a banda. Em 1991 a banda lança o seu primeiro álbum conceitual, o magnífico Streets.

Letra> Tradução
   
Abismo de Espinhos (Edge Of Thorns)

Uma oferenda de razões

Nós colocamos todas elas em jogo

Uma cobertura de traições

Que uma a uma deixamos escapar

Uma dançarina solitária

Perdida em cima de seu palco

Eu vi você no limiar do amanhecer

Senti você antes que nascesse

Equilibrei seus sonhos sobre o abismo de espinhos

Mas eu não penso mais em você

Um estudo feito do inverno

De verões passados

E sonhos que costumavam brilhar

Salvos agora escondidos sobre a neve

E então nós terminamos o capítulo

E deixamos as luzes do palco se apagarem

Eu vi você no limiar do nascer do sol

Senti você antes que nascesse

Equilibrei seus sonhos Sobre a beirada de espinhos

Mas eu não penso mais em você

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Brasileiros e...Ditados Populares

Selecionei algumas frases, que ficaram em nosso vocabulário com o passar dos anos, sendo muito utilizadas ainda na atualidade, o que denominamos, "Ditados Populares".

- Quem jura é quem mais mente.
- Um dia da caça, o outro do caçador.
-  Com coisas sérias não se brinca.
- Manda quem pode, obedece quem deve. 
-  As aparências iludem.
- Para o bom entendedor meia palavra basta.
- Quando um não quer, dois não discutem.
-  Com tempo tudo se cura.
-  O homem prevenido vale por dois.
-   Não há crime sem lei.
-  Os opostos se unem.
- Águas passadas não movem moinho.
-  Muito se engana quem julga.
- Mais vale perder um minuto na vida do que a vida num minuto.
- Uma andorinha só não faz, verão.
- Quem ama o feio, bonito lhe parece. 
- Deus dá a farinha e o diabo fura o saco.
-  Vassoura nova é que varre bem.
- Quem procura sempre acha, se não um prego, uma tacha.
- Deus dá o frio conforme o cobertor.
-  Longe da vista, longe do coração.
-  Caiu do cavalo.
- Tudo que não mata engorda.
- Cautela e caldo de galinha nunca fez mal a ninguém.
- Touro em pasto alheio é vaca.
- Camarão que dorme a onda leva.
-  Briga de marido e mulher, ninguém mete a colher.
- Ovelha negra da família.
-  A intenção é que conta.
- Tal pai, tal filho.
- Quem dorme com criança acorda molhado.
-  Quem não chora não mama.
-  Ninguém nasce sabendo.
-  Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades.
-  A corda sempre arrebenta do lado mais fraco. 
-  Saco vazio não para em pé.
-  O que os olhos não veem, o coração não sente.
- As más notícias chegam depressa.
-  Mais vale prevenir que remediar.
-  Panela que muitos mexem, não toma tempero.
-  Em boca fechada não entra mosca.
- Existem pessoas que nascem sorrindo, vivem fingindo e morrem mentindo.
-  Feliz no jogo, infeliz nos amores.
- Quem ri por último, ri melhor.
- Cão que late não morde.
- Homem prevenido vale por dois.
- Águas passadas não movem o moinho.
- Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.
- Quem tem boca vai a Roma.
- Quem com ferro fere, com ferro será ferido.
- Em terra de cego, quem tem um olho é rei.
- Em boca calada, não entra mosquito.
- Beleza não põe mesa.
- O apressado come cru.
- A pressa é inimiga da perfeição.
- Amor com amor se paga.
- À noite, todos os gatos são pardos.
- A união faz a força.
- Em casa de ferreiro, o espeto é de pau.

 > Ditado popular é uma frase de popular, com um texto mínimo de autor anônimo que é várias vezes repetido e se baseia no senso comum de um determinado meio cultural, como por exemplo: “O seguro morreu de velho”. Ditado é a expressão que se mantém imutável através dos anos, constituindo uma parte importante de cada cultura.(Fonte:PDF)

sábado, 18 de maio de 2013

Antonio Vivaldi - Gloria RV 589 - "Gloria in excelsis Deo"

Video > Gravação ao vivo do concerto de 15 de Junho de 2011.

Coro da Universidade de Pisa
Orquestra de Câmara da Toscana

Federica Nardi, soprano
Sara Bacchelli, alto
Antonio Aiello, violino
Simone Calcinai, violino

Stefano Barandoni, diretor

Antonio Lucio Vivaldi (Veneza, 4 de março de 1678 — Viena, 28 de julho de 1741) foi um compositor e músico italiano do estilo barroco tardio. Tinha a alcunha de il prete rosso ("o padre ruivo") por ser um sacerdote católico de cabelos ruivos. Compôs 770 obras, entre as quais 477 concertos e 46 óperas. É sobretudo conhecido popularmente como autor da série de concertos para violino e orquestra Le quattro stagioni ("As Quatro Estações").

Biografia

Filho de Camilla Calicchio e Giovanni Battista, Vivaldi era o mais velho de sete irmãos. Seu pai, um barbeiro, mas também um talentoso violinista (alguns chegam a considerá-lo como um virtuoso), ajudou-o a iniciar uma carreira no mundo da música, matriculando-o ainda pequeno, na Capela Ducal de São Marcos para aperfeiçoar seus conhecimentos musicais  e foi responsável pela sua admissão na orquestra da Basílica de São Marcos, onde se tornou o maior violinista do seu tempo.

Movimentos > Gloria RV 589

 >   Gloria in excelsis Deo (Chorus)
    Et in terra pax (Chorus)
    Laudamus te (Sopranos I and II)
    Gratias agimus tibi (Chorus)
    Propter magnam gloriam (Chorus)
    Domine Deus (Soprano)
    Domine, Fili unigenite (Chorus)
    Domine Deus, Agnus Dei (Contralto and Chorus)
    Qui tollis peccata mundi (Chorus)
    Qui sedes ad dexteram Patris (Contralto)
    Quoniam tu solus sanctus (Chorus)
    Cum Sancto Spiritu (Chorus)


 


   

sábado, 11 de maio de 2013

Toto - África

Toto é uma banda de rock dos Estados Unidos formada em 1977 em Los Angeles. Foram bem sucedidos na década de 1980, lançando álbuns aclamados como Toto IV, sendo conhecidos por compactos como "Hold the Line", "Rosanna", "Africa" e "Stranger in Town".

Por ter sido formada por músicos veteranos de estúdio, uma característica marcante da banda era sua qualidade técnica, assim como a combinação de diferentes estilos musicais tais como pop, rock, soul, funk e jazz. Apesar de serem frequentemente associados ao soft rock, a variedade de seu som permitiu a sua popularização em uma ampla gama de ouvintes. Juntos, lançaram dezessete álbuns e venderam mais de trinta milhões de gravações.


Formação


A banda foi formada em 1977 por seis músicos de estúdio, que anteriormente haviam trabalhado regularmente com Steely Dan, Seals and Crofts, Boz Scaggs, Sonny and Cher, e outros. Filho do famoso músico e arranjador Marty Paich, o tecladista David Paich se popularizou após coescrever o álbum Silk Degrees de Boz Scaggs. Após tocar em diversas sessões com o baterista Jeff Porcaro, os dois começaram a discutir a possibilidade de formar sua própria banda. Reuniram-se com o baixista David Hungate, já conhecido das turnês com Boz Scaggs. Também convidaram o guitarrista Steve Lukather e o tecladista (irmão de Jeff) para incrementar o grupo. Com a adição do cantor Bobby Kimball, o grupo começou a trabalhar em seu primeiro álbum em 1977, após assinar com a Columbia Records.


Letra(Tradução)

África

Ouço os tambores ecoando nesta noite
Mas ela ouve somente sussurros de alguma conversa discreta
Ela está chegando no voo das doze e trinta
As asas iluminadas pelo luar refletem as estrelas que me guiam para a salvação
Parei um velho no caminho
Na esperança de encontrar algumas palavras esquecida ou melodias antigas
Ele se vira para mim como se fosse disesse, "Depressa garoto, tudo está esperando você lá"

(Refrão)
Vai ser preciso muita coisa para me afastarem de você
Não há nada que uma centena de homens ou mais possa fazer
Abençoo as chuvas que caem na África
E vai levar algum tempo para fazer as coisas que nunca fizemos

Os cães selvagens uivam na noite
Enquanto ficam mais inquietos, esperando uma companhia solitária
Sei que devo fazer o que é certo
Evidente como o Kilimanjaro ostentar-se como o Monte Olympus sobre o Serengeti
Busco curar o que está bem aqui dentro, temendo esta coisa que me tornei

(Refrão)

Depressa garoto, ela está esperando por você lá

Vai ser preciso muita coisa para me afastarem de você
Não há nada que uma centena de homens ou mais possa fazer
Abençoo as chuvas que caem na África, abençoo as chuvas que caem na África
Abençoo as chuvas que caem na África, abençoo as chuvas que caem na África
Abençoo as chuvas que caem na África
Vai levar algum tempo para fazer as coisas que nunca fizemos

sexta-feira, 10 de maio de 2013

A Anta...Brasileira

A anta brasileira (Tapirus terrestris) é um mamífero terrestre da família Tapiridae. Trata-se do maior mamífero da América do Sul. Geralmente as fêmeas são maiores, medindo até 2 m de comprimento, 1 m de altura e pesando até 300 kg.

O corpo da anta brasileira tem o formato parecido com a dos porcos, porém têm um tom de pele mais acinzentado. Seus pêlos são curtos e macios e não cobrem o corpo inteiro. Seus pés traseiros têm 3 dedos, enquanto os dianteiros apresentam um quarto dedo, um pouco reduzido. Sua cauda é fina e curta. No lugar dos lábios superiores, as antas apresentam uma pequena tromba, de até 17 cm, preênsil e flexível. Na tromba existem pêlos sensíveis à umidade e a cheiro.
[Anta Brasileira]

Existem 4 espécies de anta: a Tapirus terrestris (Anta-brasileira), a Tapirus pinchaque (Anta-andina) e a Tapirus bairdii (Anta-de-Baird) habitam em diversos países da América do Sul, enquanto a Tapirus indicus (Anta-malaia), é encontrada em Sumatra, Laos, Myanmar, Tailândia, Malásia peninsular, e Vietnã.

A anta brasileira, aqui descrita, na verdade é encontrada em toda a América do Sul, exceto no Chile e no Uruguai. No Brasil, são mais encontradas nas áreas próximas aos rios Paraná e Paraguai, na bacia do rio da Prata e na bacia do rio Amazonas. As antas sempre estão próximas aos rios por que é neles que ela prefere se esconder de predadores. É uma ótima nadadora.

As antas têm hábitos noturnos, permanecendo escondida na floresta durante a noite. São animais herbívoros, alimentando-se de frutas, folhas, grama, ramos, brotos, caules, cascas de árvores e plantas aquáticas.

Eventualmente pastam em plantações de arroz, cana-de-açúcar, milho, entre outras. As antas costumam demarcar seu território graças a uma glândula facial que libera um odor típico por onde ela passa. Os machos da espécie demarcam seu território urinando sempre nos mesmos lugares. Além disso, emitem estalidos, assobios e bufos em diferentes situações.

Esses animais são solitários, formando casais somente na época da reprodução. Nessa época, os machos emitem estridentes assobios para atrair as fêmeas. O casal pode copular dentro ou fora da água. Logo após, o casal se separa.

A gestação dura entre 390 e 400 dias, nascendo um filhote a cada gestação, salvo raras exceções. Ao nascer, os filhotes são rajados de branco e marrom, coloração que permanece por 5 meses. Enquanto a mãe produzir leite o filhote é amamentado. Adquire a mesma aparência dos adultos por volta de um ano e meio.

Os predadores das antas são as sucuris e as onças, além do homem, que a caça pela sua carne muito apreciada. A anta é um animal pacífico, tímido, e indefeso em relação ao homem. Não existem informações precisas sobre a expectativa de vida das antas em seu habitat natural, embora em cativeiro ela chegue aos 35 anos.(Thais Pacievitch)

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Baby What A Big Surprise - Chicago

Chicago é o nome de uma banda musical de música pop formada em 1967 em Chicago, nos Estados Unidos.

História

O grupo foi formado em 1967 na cidade homônima. A formação inicial do grupo, inicialmente chamado de The Big Thing, incluía Walter Paraider no saxofone, Lee Loughnane no trompete, Terry Kath na guitarra e voz, Danny Seraphine na bateria, James Pankow no trombone e Robert Lamm no órgão e voz. No começo, a banda não tinha baixista, mas, em Dezembro de 1967, o baixista e vocalista Peter Cetera juntou-se a eles, vindo da banda rival The Exceptions.

Sob a orientação do empresário e produtor James William Guercio, que, inicialmente, tinha dado à banda o nome de Chicago Transit Authority (nome que teve depois de ser reduzido porque o Departamento de Trânsito de Chicago não autorizou o uso do nome), a banda mudou-se para Los Angeles e assinou com a gravadora Columbia Records. Em 1969, foi editado o seu álbum de estréia, "Chicago Transit Authority", que vendeu mais de 2 000 000 de cópias e colocou quatro singles nas paradas musicais, fato que se repetiria ao longo da sua carreira e nos álbuns seguintes, cada um deles com uma ligeira variação na capa, na qual, ao lado do logotipo da banda, era acrescentada a numeração do respectivo disco.

A música do Chicago era uma mistura de estilos, desde o rock até a música pop, incorporando elementos do jazz e da música clássica. Mas, depois do tema de Cetera "If You Leave Me Now" se tornar disco de ouro e chegar ao primeiro lugar das paradas em 1976, o grupo começou a compor mais baladas românticas.

Após a morte de Terry Kath em 23 de Janeiro de 1978, ocorrido por um acidente com arma de fogo, o Chicago entrou em declínio, com fatos como o aumento do consumo de drogas entre seus integrantes e a crise gerada pela descoberta de graves informações sobre James William Guercio, seu empresário - entre elas, a de que ele estaria roubando a banda, terminando em sua demissão. A banda, então, decidiu acabar com os numerais romanos nos nomes dos álbuns, partindo para o diferente e ousado Hot Streets, já com o substituto de Kath, o guitarrista e vocalista Donnie Dacus, que, anos antes, havia atuado no filme Hair (baseado no musical homônimo). Ele permaneceu por dois álbuns: Hot Streets (1978) e Chicago 13 (1979), mas não se ajustou ao ritmo da banda e foi demitido em seguida. A banda tentou entrar na era da Disco Music lançando o single Street Player, composição de Danny Seraphine e David Hawk Wolinsky, produção de Phil Ramone e participação do trumpetista canadense Maynad Ferguson e de Ayrto Moreira. Mas o álbum não vendeu muito bem e eles receberam um ultimato da gravadora CBS: se não conseguissem atingir o número de vendas desejado no álbum seguinte, seriam demitidos. Então, mudaram seu estilo radicalmente para um rock mais pesado no álbum Chicago 14 (1980), convidando o guitarrista Chris Pinnick - que soava assustadoramente como Terry Kath, segundo James Pankow -, mas os esfroços de nada adiantaram. O álbum foi fracasso de vendas e o Chicago foi demitido, assinando em seguida com a gravadora Warner Brothers.

Danny Seraphine, um dos únicos músicos sóbrios na banda, resolveu tomar a frente do trabalho e procurou por um novo substituto para Terry. Contactou Bill Champlin, cantor e multiinstrumentista, famoso por seu trabalho anterior com a banda californiana The Sons Of Champlin. Este, por sua vez, chamou seu amigo de longa data e ex-companheiro de banda (os dois trabalharam juntos na banda Airplay), o produtor canadense David Foster. David aceitou o desafio de produzir o próximo álbum da banda, mas contando que eles aceitassem as mudanças que ele propunha, com uma nova proposta quanto a seu estilo. Nasce então a fase de baladas do Chicago, com o álbum Chicago 16, de 1982, e sua faixa mais famosa, Hard to Say I'm Sorry, composição da dupla Peter Cetera / David Foster, que renderia outras várias composições de sucesso tanto para o Chicago quanto para a carreira solo de Peter Cetera, anos mais tarde. O álbum vendeu um milhão de cópias e colocou a banda de volta às paradas de sucesso.

Peter se desligou da banda em 1985, após um ultimato dado pelos colegas. Alguns afirmam que Cetera estava com excesso de vaidade, querendo que seu nome aparecesse em destaque, mas os outros não concordaram; ele não queria sair mais em turnê pois, além de estar exausto de passar meses na estrada fazendo shows, estava com uma filha pequena e queria acompanhar seu crescimento. A banda queria desesperadamente sair em turnê, para aproveitar seu ressurgimento no cenário musical e o grande sucesso dos álbuns Chicago 16 e Chicago 17. Peter, então, decidiu realizar o sonho que vinha acalentando há muitos anos: seguir carreira solo. Peter já tinha lançado um álbum solo em 1980, já na nova gravadora, Warner. Mas ele suspeita que a gravadora boicotou o álbum para não prejudicar e ofuscar a banda.

A banda seguiu e audicionou algumas pessoas para ocupar a vaga de substituto de Peter Cetera, alguém que preenchesse os requisitos básicos: ter voz aguda (tenor) e ser baixista. Acharam o substituto perfeito, Jason Scheff, filho do baixista da banda de Elvis Presley, Jerry Scheff. Ironicamente, ele foi descoberto quando mandou uma canção demo para o repertório do segundo álbum solo de Peter Cetera, Solitude/Solitaire (1986).

Em 1990, no meio de uma turnê, o baterista da formação original, Danny Seraphine, foi demitido, e a alegação seria de que ele não estava mais tocando como antes, e não se dedicava mais nem se aperfeiçoava. Até hoje paira no ar uma mágoa de Danny, ele não toca muito no assunto mas já deixou claro que considera injusta sua demissão, até porque seu papel foi fundamental no ressurgimento da banda. Entra em seu lugar o baterista Tris Imboden, que também tocou com Chaka Khan, Earth, Wind & Fire, Doobie Brothers, Al Jarreau, Anita Baker, David Foster, entre outros, e gravou com Peter Cetera(no álbum One More Story - 1988), Bill Champlin (no álbum solo Burn Down the Night-1994), David Foster, Kenny Loggins, o guitarrista brasileiro Ricardo Silveira, entre outros.

Em seguida, entrou para a formação o Guitarrista Dawayne Bailey, que durou pouco e foi substituído por Keith Howland, já para a tour de 1999. Ele permanece na banda até os dias de hoje, como guitarrista e vocalista, dividindo as vozes agudas com Jason Scheff.

Da formação original ficaram apenas Robert Lamm, tecladista, e o naipe de metais, formado por Lee Loughnane, trumpetista, James Pankow, trombonista, e Walt Parazaider, saxofonista.

Em 1993 gravaram o álbum Stone of Sisyphus, que a gravadora se recusou a lançar nos EUA, por não considerar o álbum um 'produto vendável'. O álbum chegou a ser lançado no Japão, mas não vingou. A banda então resolveu se desligar da gravadora e lançar seu selo independente, a Chi Records.

Em 1995, lançaram o álbum "Night and Day- Big Band", pela Giant Records, com vários standarts de Jazz com nova roupagem.

Lançaram em 2006 o álbum Chicago XXX, pela Rhino Records, uma subdivisão da Warner Bros. A Rhino também relançou versões remasterizadas da maioria de seus álbuns, com acréscimo de faixas inéditas, que foram gravadas na época dos ábuns mas não entraram na edição original.

Atualmente estão em turnê com o álbum Chicago XXX e fizeram também recentemente uma turnê com o grupo Earth, Wind & Fire, que virou DVD.

A banda passou em setembro de 2010, pela primeira vez, no Brasil, tocando ao lado da banda de folk-rock America.


Letra (Tradução)
Bebê, Que Grande Surpresa (Baby What A Big Surprise)

Bem na frente dos meus olhos
Eu pensei que você
Estivesse apenas fingindo
E de como meu coração
Estava me enganando

Baby, que grande surpresa
Bem na frente dos meus olhos

Ontem, me pareceu que
Minha vida não era nada além
De tempo perdido
Mas aqui, hoje
Você está me fazendo mudar de idéia

Baby, que grande surpresa
Bem na frente dos meus olhos
Baby, que grande surpresa

Estar sozinho era um pouco mais
Do que eu podia suportar
Então ela veio para ficar
Abrace-me de manhã
Ame-me de tarde
Ajude-me a econtrar meu rumo

Bem na frente dos meus olhos
Eu pensei que você
Estivesse apenas fingindo
E de como meu coração
Estava me enganando

Baby, que grande surpresa
Bem na frente dos meus olhos
Baby, que grande surpresa

Baby, que grande surpresa
Bem na frente dos meus olhos
Baby, que grande surpresa